Serviços


Equitação Terapêutica - Hipoterapia

Porquê o cavalo?

O cavalo a passo produz cerca de 60 a 75 movimentos tridimensionais por minuto que são equivalentes aos da marcha humana neurofisiologicamente normal. A fisionomia do seu dorso proporciona um correto posicionamento sentado, que por sua vez proporciona ao Sistema Nervoso Central um grande aporte de estímulos sensoriais.

Esta atividade juntamente com o ambiente que a rodea tornam o cavalo num agente facilitador, capaz de:

  • Alterar a resposta do Sistema Nervoso Central, facilitando padrões de postura e movimento mais normalizantes.
  • Promover vivências fundamentais para o desenvolvimento de competências Motoras, Cognitivas, Comunicativas e Psicossociais.

Quem pode frequentar?

Podem frequentar as sessões indivíduos portadores de necessidades especiais, seja qual for a sua idade, desde que não apresentem nenhuma contra-indicação à prática da equitação.

Os principais benefícios são:

  • Melhoria na mobilidade articular, no equilíbrio e na coordenação;
  • Normalização do tónus muscular,
  • Aumento da tonificação muscular;
  • Aumento da auto-confiança, desenvolvimento da auto-estima;
  • Melhorias na aprendizagem, concentração e orientação espacial;
  • Motivação para definir e atingir objetivos;

As valências da Equitação com Fins Terapêuticos são: Hipoterapia, a Equitação Terapêutica e a Equitação Adaptada. O enquadramento nas diferentes valências é realizado tendo em conta os objetivos terapêuticos de cada cavaleiro.

Hipoterapia

  • Os objetivos são neuromotores, específicos e prioritários no processo de reabilitação do indivíduo;
  • É uma abordagem de orientação clínica, conduzida por profissionais de saúde com o apoio do Treinador de Equitação e de cavalos treinados para o efeito;
  • O objetivo é retirar contributos de reabilitação através do movimento do cavalo e não o ensino de equitação;

Equitação Terapêutica

  • Os objetivos são psicomotores, mais direcionados para necessidades especificas na área educacional, psicológica ou cognitiva;
  • Podem ser contemplados progressos no ensino de equitação;
  • O técnico responsável é o Terapeuta ou o Treinador de Equitação em estreita parceria com todos os intervenientes no processo de reabilitação (educadores, psicólogos e terapeutas) no sentido da definição de objetivos terapêuticos;

Equitação Adaptada

  • Objetivos desportivos, de competição ou lazer;
  • O Treinador de Equitação e o Cavaleiro trabalham para desenvolver competências equestres;
  • Promoção da performance equestre ou competição, melhorar a auto-estima e do espírito competitivo

(FRDI cit APPC, 2003)

Cursos da Escola Nacional de Equitação:

  • Curso de Auxiliares de Equitação Terapêutica
  • Curso de Docentes de Equitação Terapêutica
  • Curso de Técnicos de Saúde e Educação em Equitação com Fins Terapêuticos
  • Pós graduação em Equitação com Fins Terapêuticos
Galeria
Ficou interessado?
Fale conosco.

×
Olá :)
Posso ajudar?